domingo, 27 de novembro de 2016

Surpresa - Tribalistas juntos no palco novamente

Uma grande surpresa foi feita ao publico que esteve presente hoje na Concha Acústica em Salvador.
Em determinado momento do show Marisa convida ao palco seus parceiros Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown, formando assim um encontro inesperado e maravilhoso dos Tribalistas. Enchendo os corações dos fãs com a esperança de um retorno.

Reveja o encontro desta noite:

*************
Um vídeo publicado por Rachel Nascimento (@rachelmnascimento) em




**********
************







**************

sábado, 26 de novembro de 2016

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

MARISA MONTE SHOW MASP - SP



Um vídeo publicado por Crocas (@crocas) em


**************
Um vídeo publicado por paulonb (@paulonb) em

Um vídeo publicado por Angelita Feijó da Cunha Bueno (@angelitafeijo) em

Um vídeo publicado por André Concetti (@djandreconcetti) em

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Vídeo Clip - Veja agora Marisa Monte e Silva " NOTURNA"





Em uma de suas visitas recentes à casa de Marisa Monte, o cantor e compositor capixaba Silva tocou, despretensiosamente, uma peça de piano composta por ele durante a criação de “Júpiter” (2015), seu terceiro disco. A melodia chamou a atenção de Marisa, que pediu para ouvi-la de novo. Foi o suficiente para a música virar o assunto do encontro, e, alguns rascunhos depois, o esboço de “Noturna (Nada de novo na noite)” estava pronto. Assinada por Marisa, Silva e Lucas Silva (seu irmão e parceiro de composição), a música, cantada pelos dois primeiros e gravada na casa da cantora, é o principal chamariz de “Silva canta Marisa” (Slap/Som Livre), disco de tributo lançado na última sexta-feira nas plataformas digitais.

 


A relação entre os dois artistas, expoentes de diferentes gerações da MPB — ela com 49 anos, ele com 28 —, nasceu de uma participação de Silva no programa “Versões”, do canal Bis, que foi ao ar em dezembro passado. Fã de Marisa desde seus 12 anos, quando ouviu o disco “Memórias, crônicas e declarações de amor” (2000), o capixaba escolheu 14 músicas dela para fazer suas releituras. Pouco depois, ele recebia um e-mail-convite carinhoso agradecendo a escolha e o convocando para uma visita no Rio. — Isso acabou virando uma relação de amizade que eu não esperava. Na primeira vez que eu e Lucas fomos à casa da Marisa, chegamos à tarde e saímos no meio da madrugada, já com algumas músicas — lembra Silva. — Percebi que aquele trabalho despretensioso merecia ser feito direito, com uma boa gravação. A música inédita, com participação da Marisa, faz com que esse não seja só mais um disco de tributo. — A escolha das músicas foi baseada naquilo de que eu mais gostava, claro, e também no que melhor combinava comigo. Existem várias canções de Marisa que eu amo, mas que eu preferi respeitar e não mexer porque corria o risco de não ficarem legais. Optei por deixá-las quietinhas e mexer só no que eu considerei que faria algo interessante ao rearranjar — afirma. Em suas versões repaginadas, “Não vá embora”, por exemplo, ganha uma levada de reggae, enquanto “Na estrada” traz beats mais dançantes. Mas, no geral, “Silva canta Marina” aparece como o álbum de sonoridade mais orgânica da discografia do músico. — Eu resolvi partir para uma onda mais minimalista. De uma forma geral, as músicas têm mais guitarra, baixo e bateria e menos sintetizador e bateria eletrônica. A ideia foi não trazer arranjos demais, e sim me divertir com eles, por isso dá para identificar um reggae mais roots, um techno/house — explica o músico, que brinca ao responder quando as demais parcerias com Marisa seriam lançadas: — Já disse para ela que, se ela não gravar, eu gravo. São músicas que eu gostei muito de ter feito, mas ainda não sabemos quando vão sair. Bem recebido pela crítica ao lançar, em 2012, seu álbum de estreia, “Claridão”, Silva lidou com reações mistas por explorar, em “Júpiter”, novas abordagens para além da mistura de letras românticas e intervenções eletrônicas — um desvio do óbvio elogiado pelo crítico do GLOBO Silvio Essinger, à época do lançamento do disco. Prestes a completar, em dezembro, um ano de “Júpiter”, Silva faz um balanço positivo da empreitada: Enquanto meus dois primeiros discos tiveram uma resposta positiva da crítica, “Júpiter” trouxe uma resposta do público muito boa. Antes, eu não podia deixar de tocar “A visita” nos shows, ou era capaz de apanhar. Hoje, eu nem a toco mais, porque as novas ganharam muita força ao vivo. Foi um processo enriquecedor


Fonte - O Globo 

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Silva Libera Todo seu Albúm em Homenagem a Marisa Monte - Ouça Aqui

Silva acaba de lançar o aguardado álbum em homenagem a Marisa Monte. O disco, que ganhou o nome de "Silva Canta Marisa", tem 12 faixas compostas pela cantora, incluindo sucessos como "Ainda Lembro", "Não É Fácil" e "Eu Sei (Na Mira)". O melhor disso tudo é que o cantor liberou todo o conteúdo não só nas plataformas de streaming, mas também no YouTube. É só dar o play na playlist aqui embaixo:

****** *****


quinta-feira, 17 de novembro de 2016

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Ouça a nova Canção de Marisa Monte em Parceria com Silva - Noturna


Na próxima sexta (18), o álbum “Silva Canta Marisa” chega meio de surpresa às plataformas digitais.
Músico, cantor, produtor e multi-instrumentista, com três álbuns lançados e justamente incensados pela crítica, o capixaba Silva se aproximou de Marisa Monte há dois anos. Quando se conheceram, começaram logo a fazer música juntos.
O disco traz antigas de Marisa com parceiros hsabituais (Nando Reis, Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown, Arto Lindsay), em versões que vão do respeito aos originais até subversões totais.
Uma das faixas é inédita, “Noturna (Nada de Novo na Noite)”, parceria de Silva, Marisa e Lucas Souza, e a cantora participa da gravação.
Qs músicas revistas por Silva são “Ainda Lembro”, “Eu Sei (Na Mira)”, “Infinito Particular”, “Não É Fácil”, “Pecado É lhe Deixar de Molho”, “Beija Eu”, “O Bonde do Dom”, “Não Vá Embora”, “Verdade, uma Ilusão”, “Tema de Amor” e “Na Estrada”.
O trabalho autoral de Silva pode ser ouvido nos álbuns “Claridão” (2012), “Vista Pro Mar” (2014) e “Júpiter” (2015). Ele já trabalhou com Lulu Santos e Fernanda Takai.

Faixas que farão parte do álbum:
 
1. Ainda Lembro
2. Eu Sei (Na Mira)
3. Infinito Particular
4. Não é Fácil
5. Pecado é lhe Deixar de Molho
6. Beija Eu
7. O Bonde do Dom
8. Não Vá Embora
9. Verdade, Uma Ilusão
10. Tema de Amor
11. Na Estrada 

Noturna (Nada de Novo na Noite) (em parceria com a própria Marisa Monte e única faixa inédita do projeto)

Clique no Player para Ouvir um Trecho da canção. 



******** Silva - Silva Canta Marisa - CD (2) *****

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Marisa Monte e Roberto Carlos em dança romântica na gravação do especial de fim de ano.

Desta vez a rede Globo acertou em cheio na escolha dos convidados do especial Roberto Carlos de final de ano.

Roberto Carlos deu início à apresentação ao som da clássica Emoções, na companhia da RC9, banda que o acompanha, sob a regência do maestro Eduardo Lages. Outros sucessos, como Amada Amante, Outra Vez, Olha e Sua Estupidez fizeram parte do repertório do Rei. No primeiro dia de gravação, ao chamar a primeira atração, a cantora mirim Rafa Gomes, finalista do The Voice Kids, Roberto Carlos se mostrou muito impressionado com o talento da menina.
Em um palco circular, com a plateia bem próxima, Roberto Carlos gravou seu tradicional especial de fim de ano. Os shows aconteceram durante as noites da última segunda-feira (7) e desta terça-feira (8), nos Estúdios Globo, e contaram com a participação de estrelas consagradas da música popular brasileira. O tom intimista foi reforçado pela ambientação clean, que contou com um telão que contornava todo o estúdio, num show de luzes, texturas e imagens gráficas.
“Quando a vi no programa, fiquei encantado. Pensei: quero tê-la no meu especial esse ano”, disse. Rafa cantou três músicas. História de Uma Gata, que a destacou no reality, Ben, sucesso na voz de Michael Jackson, e Todos Estão Surdos, de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, encantando também a plateia com seu talento e carisma.
No segundo dia de gravações, Caetano Veloso e Gilberto Gil subiram ao palco para cantar duas músicas com o anfitrião da noite: Coração Vagabundo e Marina Morena. Roberto chegou a ficar com lágrimas nos olhos assim que encontrou os amigos. “É um privilégio estar aqui cantando com eles. Quantos outros artistas gostariam de estar no meu lugar”, disse. “O canto de Roberto atinge muito fortemente o povo brasileiro. Sempre será uma emoção estar perto dele”, disse Gilberto Gil antes de se apresentar.
Um pouco depois de Gil e Caetano foi a vez de outra estrela da MPB se apresentar: Marisa Monte. “Tudo o que ela canta tem um toque especial”, disse Roberto ao apresentar a convidada. Juntos os dois cantaram “De que Vale Tudo Isso” e “Ainda Bem”, empolgando a plateia com uma dança no final. “Cresci ouvindo Roberto. Ele era idolatrado na minha casa. É uma referência da vida inteira, uma voz que traz conforto”, confessou a cantora.
Mais ao final do show, com os recursos de efeitos especiais, Roberto Carlos pôde cantar e interagir com Robertinho, sua versão mais jovem. Mexericos da Candinha, Namoradinha de um amigo meu e Eu sou terrível foram as músicas escolhidas para relembrar a época da Jovem Guarda. Outro ponto alto do show foi a apresentação de Quero que vá tudo pro InfernO.
“Eu nem me lembro mais quanto tempo faz que cantei essa música pela última vez. Os amigos insistiam para que eu voltasse a cantar”, contou o Rei. No especial também irá ao ar o clipe da música Chegaste que o artista gravou com a cantora Jennifer Lopez, em Los Angeles, e mais os bastidores do encontro ent re os ídolos. Cavalgada e Jesus Cristo encerraram o especial, que será exibido em dezembro, na Globo.

O especial Simplesmente Roberto Carlos tem direção artística de LP Simonetti e direção geral de Mario Meirelles. A direção musical é de Guto Graça Mello e do maestro Eduardo Lages.



Para Lembrar a paixão de Marisa por Roberto. Com certeza será um lindo encontro. 


segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Marisa Monte e Roberto Carlos juntos outra vez - Ensaio

Ja começou os preparativos para o especial de final de ano do rei Roberto Carlos . E hoje foi a vez da nossa diva se juntar ao rei para o ensaio deste que promete ser o encontro do Ano.Dadi, amigo fiel também participou do ensaio. Este encontro promete.


sábado, 29 de outubro de 2016

Marisa Monte Show Florianópolis

🎶🎵🎶🎵🎶 #marisaemfloripa #ochuvavemmedizer #marisamonte

Um vídeo publicado por Roberta Carlucci (@rocarlucci) em

Divina! #MarisaMonte

Um vídeo publicado por Larissa Linhares (@larissalinhares1) em

Eu sei meu bem #marisamonte #eusei #show #floripa

Um vídeo publicado por Pablo Brito (@pablo_brito) em

Porque algumas cantam... mas ela... é Marisa ❤️ #marisamonte

Um vídeo publicado por Letícia Pimentel Silva Caldart (@leticiapimentel.sc) em

Mágica! 🌟🌸✨ #marisamonte #floripa 🎶❤️

Um vídeo publicado por ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀🍉 Gabriela Kretzer 🍉 (@gabrielakretzer) em